News Summary
Formação

Empresa Agricultiva prioriza investimento em formação profissional

Redacção
26/7/2017

Redacção

Foto por:
Direitos Reservados

Juntamente com o governo das províncias do Kwanza Norte, Huambo, Huíla e Cabinda, o ministério da Agricultura e a empresa Agricultiva, subsidiária do Grupo Mitrelli, especializada em projectos agrícolas, tomaram iniciativa, na passada segunda-feira, a mais uma série de cursos de formação em Agronomia e Veterinária, no âmbito da estratégia de investimento em formação profissional.

 As acções de formação são completares ao projecto de reabilitação das infra-estruturas e enquadram-se na estratégia de investimento do Executivo angolano, no sector da investigação em diferentes áreas da agronomia e da veterinária, campos em que a Agricultiva tenciona formar dezenas de técnicos.

 Segundo o comunicado que nos chegou, os novos cursos darão formação adicional aos formandos nas áreas de Investigação Agronómica e Veterinária, Produção Animal, Apicultura, Horticultura, Fruticultura e Técnicas de Armazenamento de fruta após a colheita, além de treinamento em laboratório de solo, Parasitologia, Patologia, entre muitas outras.

 O projecto incluiu ainda a reabilitação física das infra-estruturas, em grande parte destruídas durante a guerra, a recuperação ou construção de raiz e o respectivo apetrechamento das infra-estruturas necessárias ao funcionamento dos Institutos de Investigação Agronómicos e Veterinários de Kilombo (N´dalatando), Huambo e Humpata (Híula) e cabinda, onde serão ministradas as aulas.

 “Lembre-se que estes quatro institutos de investigação foram reabilitados pela Agricultiva, no âmbito de um projecto mais vasto que incluiu a recuperação pela empresa de um total de nove institutos noutras tantas províncias de Angola, entre 2013 e 2016”, refere o comunicado.

 As sessões de encerramento dos primeiros cursos tiveram lugar no passado dia 21 deste mês, em Humpata, província da Huíla.